27 agosto 2015

Mito ou Verdade? Descubra se você pode prestar concurso público

Estudante 6 - 400x300Alguns concurseiros, mesmo os mais experientes, ainda acreditam em alguns mitos populares sobre o mundo dos concursos. Para que não sobrem dúvidas, fizemos uma lista com as 17 principais verdades e mentiras sobre os concursos.

 

 

 

 

GRUPO 2 70x55

Muito material de estudo GRÁTIS para download no MAIOR e MELHOR grupo do Facebook (mais de 194 mil membros): https://www.facebook.com/groups/gabaritofinal/

 

1 – Resolver questões anteriores é a melhor forma de fixar o conteúdo.
Verdade
– Fazer o máximo de questões que caíram em concursos anteriores, além de ser uma ótima forma de memorizar os assuntos, é a principal maneira de se conhecer o estilo da banca que irá realizar as provas do seu concurso.

Para isso nós recomendamos um excelente site, totalmente gratuito e sem nenhum tipo de limitações. O aluno pode filtrar as questões por bancas, cargos, disciplinas, assuntos, anos, etc. Pode acompanhar seu desempenho através de estatísticas e participar de um ranking com os outros concurseiros. Pode resolver quantas questões quiser, sem pagar nada. E ainda tem uma nova questão comentada todos os dias na página principal do site. Use sem moderação: www.questaocerta.com.br

2 - Quem tem tatuagens e piercings não pode tomar posse em cargo público.
Mito – Um dos princípios dos concursos públicos é garantir a igualdade de oportunidades para todos os candidatos que se enquadram nas exigências de conhecimento contidas no edital. De um modo geral, não há impedimento. As exceções estão em alguns cargos da área policial e das Forças Armadas, que exigem que o candidato não tenha marcas ou cicatrizes que o distinguam numa situação de guerra. Nos demais editais, a exigência pode ser questionada junto ao Ministério Público ou na Justiça.

3 - Analfabeto não pode assumir cargo público.
Verdade – Há concursos direcionados para candidatos alfabetizados (ensino fundamental incompleto). Candidatos que não foram sequer alfabetizados realmente não podem tomar posse de cargos públicos. Em 2010, um analfabeto passou em concurso em PE, mas foi eliminado da seleção.

4 - Quem tem nome sujo não pode prestar concurso.
Mito – Esse é um dos mitos mais divulgados sobre concurso público. Havia uma cláusula na CLT que impedia contratação e prévia demissão de bancários com o nome sujo. Essa cláusula caiu em desuso em 2010. Para certames de concurso, não existe esse tipo de restrição.

656923 Mitos e verdades sobre concursos públicos 1 Mitos e verdades sobre concursos públicosDeficientes físicos podem participar de concursos. (Foto:Divulgação)

5 - Candidato demitido de cargo público não pode prestar concurso.
Verdade – Quando o candidato se exonera, ele abre mão da vaga que possui para assumir um novo cargo ou partir para a iniciativa privada. Se ele é demitido de uma função pública por improbidade administrativa, o prazo mínimo para que ele possa participar de um novo certame é de 10 anos.

6 - Quem tem registro nos antecedentes criminais não pode prestar concurso.

Mito – Mesmo quem teve passagem pela polícia pode assumir uma função pública. O candidato deverá provar que não foi condenado. Mas há restrições – quem tem passagem não pode assumir cargo de forças armadas ou justiça.

7 - Aposentado do serviço público não pode participar de concurso. 
Verdade – Este critério impede que o trabalhador acumule um novo cargo.  É importante lembrar também que o candidato só pode entrar no serviço público até os 65 anos.

8 - Aposentado não pode prestar concurso.
Mito – Se for aposentado na iniciativa privada, pode. Mas o candidato deve ter até 65 anos para entrar no serviço público, pois, para se aposentar nele, deve cumprir 5 anos na função. Já aposentados do funcionalismo público realmente não podem prestar outro concurso para não acumularem dois cargos.

9 - Parentes não podem assumir cargos no mesmo local.
Verdade – Parentes de até 2º grau não podem assumir cargos no mesmo local. Isso se dá para a prevenção e combate ao nepotismo.

10 - Quem passa no concurso precisa saber cantar o Hino Nacional.
Mito – Embora alguns órgãos façam questão de tocar o hino nacional na cerimônia de posse, o candidato não é obrigado a saber cantar o hino para tomar posse do cargo.

11 - ‘Pular’ a teoria e estudar só a partir de provas anteriores não é recomendável
Verdade – Resolver provas anteriores é fundamental, mas é necessário também conhecer as teorias das disciplinas. Se utilizar as provas anteriores como orientação, buscando a teoria necessária para entender cada questão, terá um método de estudos bastante eficiente.

12 - Só pode prestar concurso municipal quem reside no município em questão.
Mito – Essa proibição feriria a Constituição. Quem presta concurso municipal, entretanto, precisa conhecer a geografia, história e economia do local em questão, que são questões que podem ser exigidas em prova.

13 - Cego pode fazer concurso público.
Verdade – O cego pode prestar concurso público, bem como outras pessoas que são portadoras de deficiências. Em geral, há uma reserva de 5% das vagas para as pessoas que sofrem com limitações físicas.

14 - Marcar a mesma resposta em todas as questões aumenta chance de passar.
Mito – As provas de múltipla escolha são formuladas para não ter maioria de respostas corretas de uma categoria, evitando esse tipo de chute. Algumas bancas chegam a anular a prova do candidato que usa esse tipo de resposta. Normalmente, há um equilíbrio na distribuição das respostas. Em uma prova com 5 alternativas, por exemplo, espera-se no gabarito final cerca de um quinto (20%) para cada. Portanto, “chutar” a mesma letra não aumenta as chances.

15 - A cor errada da caneta elimina o candidato.
Verdade – O candidato precisa ficar atento ao edital e respeitar a cor da caneta recomendada na hora de preencher o gabarito. Se ele usar caneta preta sendo que a recomendação era tinta azul, sua prova simplesmente não será corrigida.

16 - Candidato com nível superior tem mais chance em concurso para nível médio
Mito – Geralmente, um candidato com nível superior tem maior conhecimento geral e facilidade para estudar em comparação ao que cursou até o ensino médio, porém, se não estudar especificamente para o concurso, terá poucas chances.

17 - Quem deixou de votar não pode assumir cargo público.
Verdade – O candidato que não cumpriu com o seu dever eleitoral é impedido de tomar posse.


Curta nossa página e concorra a prêmios:

1 comentários :

Olá. Sou advogada e estou prestes a tomar posse em um cargo administrativo da PM. Será que vou poder continuar, ao menos, assinando minhas petições?

Postar um comentário